24 de abril de 2017

Não adianta negar, toda casa que se preza tem pelo menos um móvel estilo casas Bahia. São aqueles móveis que a gente paga baratinho, as vezes não tem uma qualidade tão boa, mas quebrar um galhão na nossa casa.

Então, lá em casa não é diferente, no meu quarto tem um móvel casas bahia , acho que nem foi comprado nas casas bahia, mas enfim dei essa nomenclatura para que a gente possa entender que são esses móveis mais populares.

Eu tava naquele dilema, enjoada da cara do meu armário, mas sem querer comprar outro por que logo pretendo me mudar hehe, então resolvi pintar o dito cujo.

20170227_075703

Tá aqui o dito cujo. Como vocês podem perceber, já tinha tentado colar um papel contact nele e não deu muito certo rsrs, o grande problema desse tipo de móvel é que ele tem apenas uma camada de “revestimento” então é preciso ter cuidado com isso. Bom vamos as dicas para você também pintar seu móvel:

Lixar ou não lixar eis a questão?

A madeira desse tipo de móvel é uma espécie de aglomerado, eles são vários tipos de madeiras aglutinados e colados, tanto é que se você cortar esse tipo de móvel vai ver que ele meio que se esfarela. O revestimento de cima (laminado) é uma espécie de papel bem fino, então, caso você for lixar, tem que usar uma lixa bem fina e bem de leve para não chegar na camada “madeira” alguns móveis tem uma espécie de verniz, são mais brilhantes, aí tem que lixar mesmo. Depois de lixar limpe bem com um paninho para tirar toda poeira.

Massa é massa!

Se o móvel apresentar algumas imperfeições, lascados ect você pode preencher com massa própria para madeira, com o uso de uma espátula, passe a massa e lixe mais um pouco para nivelar com o móvel.

Você pode usar massa própria para pintura ou massa plástica.

Hora de pintar!Ou quase isso!

Lixado e emassado chegou a hora de pintar, ou quase isso. O ideal é dar um fundo antes de pintar com a cor que você quer. O fundo pode ser com a famosa Batida de pedra.

97157533_4c2b8a095fcfd296a847446d9bb4b025_25688303

O fundo vai garantir uma pintura mais uniforme e que você precise dar mais demãos de tinta depois, além de garantir que a tinta não vai descascar.

Eu fiz isso mesmo sabendo que precisava? Não kkkk fui direto para a tinta e me lasquei (ou melhor o armário lascou).

Faça o que eu digo, não o que eu faço.

Passado o fundo (se necessário tem que lixar mais um pouco) chegou a hora de pintar.

Aqui você pode usar, tinta acrílica ( a mesma que é usada para parede), foi a que usei, tinha um galão dando bobeira aqui em casa e rolou. Ou até mesmo essas tintas para artesanato. Se você quer o efeito “brilhoso” dá pra usar tinta a base de esmalte sintético.

Daí não tem muito segredo, basta usar um rolinho para pintar e dar quantas camadas você ache necessário respeitando o tempo de intervalo entre uma camada e outra (perdi a conta de quantas camadas eu dei após a terceira).

Finalizando!

Trocar o puxador pode fazer uma grande diferença, infelizmente só pensei nisso quando já tinha terminado kkk por isso meu acabamento não ficou isso tudo, mas pretendo arrumar. Talvez nessa etapa você tenha que dar mais um retoque final, principalmente nos cantos, utiliza um pincel para isso.

20170422_115730

Aqui tá o resultado (quase) final, falta pintar o rodapé, preencher os buracos que eram dos puxadores e acho que rola (se a preguiça deixar rsrs) uma maõzinha a mais de tinta né, maaaass já tá 50% melhor que antes né não?

Então, espero que vocês gostem da dicas e que sirva de inspiração para vocês!

Compartilhe

LEIA TAMBÉM

  • Vídeo: Como fazer aromatizador de ambientes.
  • luminárias diy_voceprecisadecor12 Decor: 15 luminárias DIY
  • Decor: Árvores de natal que fogem do comum!
  • Decor: Guirlandas que fogem do comum!
  • © Você precisa Decor - Todos os direitos reservados | Layout por